Sorocaba e mais e seis regiões vão para a fase vermelha a partir de 2ª


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje que a capital do estado vai regredir de fase no Plano São Paulo, que coordena a flexibilização ou endurecimento de medidas restritivas de controle da pandemia de covid-19.


Além da Grande São Paulo, que vai da fase amarela para a laranja, outras seis regiões passarão a partir de segunda-feira (25) para a fase vermelha, a mais restritiva, em que só atividades essenciais podem funcionar.


O governo paulista também determinou que aos finais de semana e feriados todas as regiões do estado ficarão na fase vermelha, em medida que vale a partir do feriado da próxima segunda-feira (25) na capital.


Para o restante do estado, o primeiro final de semana apenas com atividades essenciais funcionando será o dos dias 30 e 31. A determinação vale inicialmente apenas por dois finais de semana, até 7 de fevereiro.


Durante os dias da semana, também valerá as regras fase vermelha em todo o estado entre 20h e 6h, numa espécie de toque de recolher.


Segundo a nova atualização do Plano São Paulo, Bauru, Franca, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté passam da laranja para a vermelha. Já Barretos vai direto da amarela para a vermelha, se unindo a Marília, que já estava na fase mais restritiva.



Araraquara, São João da Boa Vista, Campinas, Grande São Paulo e Baixada Santista passam da fase amarela para a laranja, que prevê o fechamento de bares para atendimento presencial e funcionamento de restaurantes apenas até as 20h, com capacidade reduzida.


Desta forma, dez regiões do estado ficaram na fase laranja, representando 78% da população. Outras sete estão na vermelha e abrigam 22% dos habitantes paulistas.



O governo paulista disse que agora não fará novas reclassificações do Plano São Paulo até 8 de fevereiro.



Hospital de campanha reativado


Doria também anunciou que reativará o hospital de campanha de Heliópolis, na capital, com 24 leitos de UTI para a covid-19. A previsão é que a unidade de saúde comece a operar no dia 25 de fevereiro. Segundo o governador, a medida foi tomada para "enfrentar a segunda onda da pandemia." "Estamos abrindo 756 novos leitos de UTI em São Paulo e reativando hospital de campanha de Heliópolis para enfrentar a segunda onda da pandemia em São Paulo, especialmente na Região Metropolitana. Serão abertos 450 novos leitos de enfermarias e 306 de UTI em hospitais do estado de São Paulo", disse Doria.

142 visualizações0 comentário

THONDORF

© 2021  Thondorf

Rua Olavo Franca Paz, 45 - Piazza di Roma - Sorocaba/SP

Contabilidade - Simples Nacional - Imposto de Renda Contabilidade em Sorocaba SP - Contábil - Imposto de Renda - Tributário - Thondorf Contabilidade

Consultoria contábil empresarial

Contato:

  • Segunda à sexta-feira
    Horário de Atendimento

  • das 08:30 as 18:00

Parceiros e contribuidores